Jump to content
Slate Blackcurrant Watermelon Strawberry Orange Banana Apple Emerald Chocolate Marble
Slate Blackcurrant Watermelon Strawberry Orange Banana Apple Emerald Chocolate Marble

supercar

Members
  • Content Count

    40
  • Joined

  • Last visited

About supercar

  • Rank
    Fuwa Regular

Profile Information

  • Gender
    Transgender
  • Location
    Brazil
  • Japanese language
    Basic

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. I want to know as well. I have a lot of free time due to several reasons, and I still don't read as much as I would like. These days it takes me months to finish something. My attention span/focus has been worsening over the years, and I sadly don't wear glasses (I need them ASAP), so it is actually a challenge for me to read for a long period. I think that people probably read VNs during the weekends, and for hours on end. They must find some time during work/school days too. 30 min-1h at least - you'd need energy and concentration though, which is difficult to have if you work or study full-time. It will take you ages to finish something like Clannad at this pace (reading for 1-2 hours at most). That is the biggest reason why I haven't tackled very long VNs to this day. I remember trying to play Clannad in 2014 but I gave up due to length. I want to give it another chance, but it will take a while as I have a huge backlog. I can't read for more than 2 hours straight unless it's something really gripping or if it's on Wikipedia or TVTropes. Another issue is ergonomics. Sitting on a chair for a long time sucks. I've been using computers for more than a decade and I developed scoliosis because of this. I appreciate games that have mobile ports or that are portable in some way, such as Ace Attorney, because I can lay down in bed.
  2. Sounds like a codec issue. I had similar problems with Subarashiki Hibi. After I reinstalled my codecs the OP movie worked fine. I recommend installing K-Lite Codec Pack. See if it works. Good luck.
  3. I've been looking for the same thing for years now. There are some good recommendations here, and some games which I didn't know much about if anything. I didn't remember that the guy from Killer Queen was depressed... The protagonist from Leaves has some sort of existential angst. I don't really recommend Leaves though, it's average at best, and it is not only short but a kinetic novel. I sort of liked it but it's nothing special. The MC from Asphyxia (yuri, OELVN) is depressed too. Maaaaybe Air Pressure (OELVN)?
  4. Not surprising, Western VN developers tend to be women (unless you count those guys who make 3D pre-rendered VNs), and those same women aren't afraid to discuss LGBT issues in detail. I would like to comment on Teaching Feeling. It's an ok game to pass the time, but it is not fleshed out as Princess Maker for example, and there is barely any story. I don't think there is even an ending. So it is not really a visual novel per se. https://vndb.org/v26444 was released only a few days ago and I want to check it out. Apparently there is only a single heroine and it is a yuri game. It is set in Hong Kong in the 80s (interesting setting). I don't know many VNs with a single heroine that aren't listed here - this kind of thing always reminds me of Date Ariane, which is an old browser game by Ariane B. Yes, the main character is the developer herself. The game is somewhat entertaining to be honest. https://vndb.org/v19406
  5. I see you stalled your progress with Deardrops, but I will still recommend Kira Kira.
  6. I haven't either. I will be 22 this year - but I have lived a very sheltered life due to many reasons, three of them being: 1. My Asperger's, which leads me to being awful at socialisation, having niche hobbies that nobody cares about, etc (I am getting slightly better but not much). 2. My overprotective family 3. Improper education - left school early... long story. So for me, teen/coming-of-age stories in general offer some kind of comfort. It's not as if I was living life vicariously through the characters but close to it. I don't know how to explain, but I see the characters as almost being real. I don't self-insert, so I know I am just an observer. But I relate to their woes, personality, etc. In fact, it infuriates me with some TV shows for example where they change a character too much, and they seem like a whole different person. A weird paradox: I kind of feel bad when consuming this kind of media sometimes. It makes me feel even more like a failure when I compare my life to what's going on screen. I have very few friends and I have issues communicating with them, and I've had trouble with relationships, yada, yada, yada... I tried to go out more, do things that I wasn't used to and even appeal to a more hedonistic side, but it's not my thing. What happens in a film or book might not be so cool in real life. Answering OP's question: I'm a young adult so this hasn't hit me yet. If it changes things, I am mostly attracted to guys. And I gotta say, there are some handsome guys in VNs... one of them being Aoi from Konosora. I do find him cute and he's supposed to be a high schooler. He looks about 17-18. Am I a pervert for thinking that? I don't know. It is a bit weird sometimes, if you think about it. Someone said that students in VNs often act more mature and Aoi is a prime example of that. It's nice. With the waifus, my interest in them comes from their personalities and behaviour more than appearance. I tend to dislike heavy moe art styles too. I've had friends thinking that I'm strange for finding fictional, drawn characters attractive, but it's always been this way for me. When I was a kid, I was attracted to Lion-O from Thundercats lol.
  7. My vision actually sucks! I need glasses as I have astigmatism and a bit of myopia. Yeah, I opened the game again and the font really is kind of blurry. My memory was faulty. Making * Lovers is supposed to run at 1280x720 or lower. Anything higher, and the text gets distorted. You're running windowed mode, right? It looks sharper at that resolution, but still not 100%. I don't know if there's anything you can do about that. Changing text box transparency could help... I don't know. There may be a way to override this by messing with your graphics card's options. Sadly, mine is integrated and the Intel control panel isn't working as it should... Good luck. And in regards to the blinking sprites, yeah, I think they're really cool. I found out that The Most Forbidden Love In The World has some animation too. (At least the 2018 re-release and the MangaGamer translation.)
  8. That's strange. Can you post a screenshot? I could read it alright. And yes, the blinking sprites are pretty cool, although some blink infrequently.
  9. Wouldn't mind a prostitute heroine/hero. There are very few VNs with that sort of thing. At least in English. I know that in VA11 HALL-A there is a prostitute character. The only other thing I can think of is The Men of Yoshiwara which I haven't read yet. https://vndb.org/v15231 Even rarer is the sex worker MC. In regards to sexually experienced protagonists, there is this tag: https://vndb.org/g670?fil=tagspoil-0.tag_inc-670;m=0;o=d;s=rating
  10. I see. Maybe Grisaia offers this option? I don't know, never played it.
  11. That wasn't it. That one looks good though. It will probably be translated if it's popular. Not obscure at all, but I wish KimiKiss was translated too. https://vndb.org/v1187 I didn't know about Rui wa Tomo o Yobu. Add that one to the list https://vndb.org/v776 I'd make a case for otomege but I don't know which ones are good and which ones aren't. There should just be more of them in English.
  12. That's freaking hilarious. I can't believe you've done this Dr. Caligari is awesome. Cesare is so cool. I admit that the first time I watched the film I didn't get the ending, but now I know better. I like the music at 16:00. Interesting version.
  13. Olá :D

    Eu sou de SP, mas parte da minha família é do Rio. Que legal ver um BR aqui.

    1. Show previous comments  2 more
    2. Silvz

      Silvz

      Jesus, eu nem sei por onde começar a responder hahahah Eu amo danganronpa, sou fanático, mas é exatamente o fator gameplay que me desanima quando to lendo. PW eu já desisti, porque não curto o estilo de point and click.

      Também não sei o que essas pessoas procuram em uma VN pra reclamar que só tem texto e só tem que clicar pra passar kkkk ngm fala isso de um livro, né?

      DDLC é um porre kk o twist nem é tão bom quando vc já leu várias outras VNs com twists muito mais bem feitos. Danganronpa mesmo sempre me surpreende, sendo o V3 o jogo que mais me deixou louco com o plot twist.

      Eu comecei a ler em 2013, quando estudava pro ENEM. Minha primeira VN foi Umineko no Naku Koro ni, eu já era fã de Higurashi por causa do anime, assisti o de Umineko e fiquei triste que não tinha final, então fui atrás do final. Depois disso não parei mais! Descobri a Key, descobri dramas, romances, nakiges, até uns chuuni, enfim, já provei de tudo um pouco. Até Euphoria eu já li kkk

      Não se baseia na minha lista, ela tá MUITO desatualizada. Acho que deve ter mais ou menos um terço do que eu realmente já li.

      Também queria aprender japa, já comecei um curso até mas os hiragana me assustaram... foi o suficiente pra eu largar. Infelizmente tem mta coisa boa que eu to perdendo por não saber a língua.

      Sobre Yume Miru... muito overrated. Eu desgosto dela tanto quanto G-senjou no Maou, e não compreendo como tanta gente vangloria essa última.

      Togainu no Chi e.e eu li tudo, até, mas misericórdia, é muito forçado, além de violento sem necessidade. E infelizmente no que tange BL/Yaoi esse tipo de narrativa de ação é o que mais é traduzido. Por outro lado, fico mt feliz que Yuri esteja sendo cada vez mais traduzido pra inglês, pois também gosto bastante do gênero.

      Minha dica pra ler muito é ler um pouquinho por dia, principalmente antes de dormir. Eu leio cerca de uma hora por noite, o que geralmente dá uma VN grande por mês.

    3. supercar

      supercar

      Nossa, eu demorei muito pra responder, desculpa. Eu ando meio sem vontade de falar.

      Eu gosto de Danganronpa também, mas só joguei o primeiro até hoje.

      O segundo fiquei com preguiça justamente pela gameplay. Eu também fico irritada com isso às vezes.

      O terceiro não tenho muita vontade de jogar... me deram spoiler e se o twist é verdadeiro, então isso é muito desapontador na minha opinião :(

      Phoenix Wright eu adoro, mas não é pra qualquer um. A parte mais interessante é a do trial (júri), quando você tem que achar contradições e tal. O resto pode ser tedioso.

      Eu acho que talvez você gostaria de Planescape: Torment. É um RPG mas boa parte dele consiste em diálogos e escolhas.

      Você odeia point and click, eu entendo, mas tem uns jogos bem da hora que são 99% história e 1% puzzle... como por exemplo The Longest Journey. A história é incrível e tem tanto diálogo que muita gente se cansa logo no começo. Eu nem me importo com os puzzles, usei walkthrough. O resto da série tem mais gameplay e isso atrapalha... :/

      Outro que eu amo é The Cat Lady.

      Por causa dos puzzles, eu nunca terminei 999. Eles são muito baseados em lógica e matemática, e eu tenho dificuldade com isso, rs. Eu preferia que fosse só história.

      Ninguém reclama de livro, mas acho que é porque muita gente nem pensa em abrir um livro hoje em dia. Sei lá.

      DDLC não tem substância nenhuma. Eu acho que poderia ser melhor se o autor tivesse expandido sobre os personagens. Se não me engano até teve uma certa explicação, mas foi algo vazio. E é claro, podia ter tido uma história de verdade.

      Eu me identifiquei com a Sayori e a Yuri um pouco, mas só isso mesmo. O problema maior foi que o tema de depressão e suicídio foi tratado como algo banal, e usado pra chocar a audiência. Inclusive eu discuti sobre isso no VNDB.

      Parece uma cópia de Totono (que eu ainda não joguei, mas já li sobre e tem similariedades).

       

      Nossa, Umineko e Higurashi eu preciso ler até hoje. Eu já comecei Higurashi algumas vezes, mas fico com preguiça.

      Eu ouvi dizer que The House in Fata Morgana é muito bom, cheio de mistério/suspense.

      Euphoria eu li só até o segundo ato, eu achei meio exagerada essa parte (escolhi a rota da Nemu) e perdi o interesse. Fora que eu já não aguentava mais o protagonista sádico. Mas ouvi falar que o final da história compensa, então talvez eu revisite algum dia.

      Tive problemas com Subarashiki Hibi também, mas eu ainda quero terminar porque todos dizem que é kamige, e tem esse lance filosófico.  Eu acho interessante isso, só que pra entender a filosofia que eles citam, tem que ler o Tractatus Philosophicus, e é muito bizarro aquele texto.

      Queria que tivesse alguma coisa com a mesma atmosfera de Saya no Uta.

      Eu percebi que a sua lista é antiga, mas mesmo assim, achei impressionante haha.

      Eu também me assusto até com hiragana e katakana. Eu tava pensando em usar algum joguinho pra aprender a língua. Tipo esse daqui:

      https://store.steampowered.com/app/438270/Learn_Japanese_To_Survive_Hiragana_Battle/

      O Memrise era bastante usado antigamente, não sei agora. O mais difícil mesmo parece ser a gramática e o kanji...

      G-senjou no Maou, acho que o pessoal hoje em dia percebe que tem muitas falhas. Assim como YMK.

      Antigamente, aceitavam qualquer coisa porque não tinha tanta opção.

      Realmente, BL/yaoi tem muita coisa que é violenta e sádica. Vejo vários mangás e VNs com tags de abuso sexual, violência, sequestro e coisas do tipo. Eu não tenho problema com isso, dependendo, mas queria algo mais normalzinho.

      Pelo que eu vejo, muitas fujoshi acham isso maneiro e tem fetiche por esses temas.

      Eu tenho Gakuen Heaven 2, você já jogou? Eu ainda não li mas tá instalado no meu PC...

      É clichê pelo jeito, mas se é BL, eu tolero :)

      Eu também fico feliz que estejam traduzindo mais coisas. Eu sugeri que o Mangagamer licenciasse Kintouka.

      Eu queria que tivesse mais VNs com personagens trans, principalmente FTM (female-to-male).

      Eu na verdade me identificava como FTM, agora não sei mais... é complicado.

      https://store.steampowered.com/curator/11934326-LGBTQ-Inclusive-Gaming/

      Nessa lista tem jogos da Choice of Games. São todos text-based, e curtos, mas eu acho alguns razoáveis, como Tally Ho. Inclusive, deve ser um dos melhores deles.

      Esses dias eu tô tentando achar algo simples, tenho várias coisas na minha lista to-read mas queria algo que não precisasse de muito compromisso. Não gostei de Making Lovers e a tradução do Fureraba não me agradou, não sei se vou continuar.

      Tava dando uma olhada no Coming Out on Top (consegui fazer rodar no meu PC), só que parei.

      É slice of life, mas o diálogo é bobo, e nenhum carinha era interessante o suficiente. Talvez você ache melhor.

      Tava pensando em ler yuri, mas não me identifico com as histórias completamente... acho que é porque nunca me apaixonei por uma garota.

      Um jogo que captou meu interesse foi o Starry Sky (otome). Acho que todos os jogos foram traduzidos pro espanhol...

      Meu espanhol não é perfeito, ainda tenho dificuldade em formar frases, etc. Há um tempo, me disseram que a melhor forma de aprimorá-lo seria filmes e literatura, porque com Duolingo não ia aprender muita coisa já que os dois idiomas são da mesma família linguística. Não sei se você tem interesse em espanhol mas acho um bom exercício mental, a qualquer modo.

      Eu vou tentar ler todo dia. Eu queria ler uns e-books que eu baixei, mas toda vez eu acabo com sono :P

      Qual suas VNs favoritas?

    4. Silvz

      Silvz

      Você conseguiu escrever mais agora que antes, sos kkkk

      Vamos lá, eu vou comentar os highlights kkk

      Danganronpa é FANTÁSTICO. O gameplay é meio mal feito, mas sinceramente, jogando no Easy vc nem sente, passa rápido e the meat do jogo, que são os diálogos mt bem escritos, é bem trabalhada. O segundo jogo é continuação indireta do primeiro, a relação entre eles só fica clara mais pro final. O terceiro....... foi o melhor pra mim, de longe, e olha que eu li TUDO que existe de Danganronpa. Não sei qual spoiler te deram, mas o jogo tem tantos twists que talvez o que te deram seja falso :P Sério, tem MUITOS twists, desde o primeiro trial até o último. E vou te falar, talvez não seja realmente pra todo mundo, mas a forma com que foi executado o final, tá de parabéns, pra mim foi completamente inesperado e inovador em um gênero [mistério] que há tempos já tá saturado.

      Eu já me apaixonei por garotas, mas não acho que seja isso que me faça gostar de Yuri. Sendo gay tem toda aquela bobeira de "ser afeminado" - no meu caso, sou mesmo kkk - mas não acho que seja regra. Acho que a questão do yuri é que, pelo menos os que eu li, têm um balanço mt bom entre romance e plot, coisa que os eroges normalmente não têm [principalmente os mil moeges e charages da vida]. O que eu mais recomendo é Kindred Spirits on the Roof, que tem romances bastante críveis, desenvolvimento ótimo e é uma comédia muito gostosinha de ler. Outro que me surpreendeu foi The Expression Amrilato, que mistura ensino de Esperanto com romance/drama/Isekai, deu muito certo. Um Yuri que vc pode gostar, também, é Fatal Twelve. O romance é bem secundário, sendo o foco o jogo estilo battle royale que as personagens participam.

      Pior que eu tava interessado na série de The longest journey, mas achei o primeiro jogo muito feio kkkk 2000 né, aí me desanimou um pouco. Mas tá na lista!

      999 e a série são ÓTIMOS, vale tanto a pena jogar! Pegue a versão da STEAM, que é superior. Use detonados quando ficar presa! Pra quem gosta de plot, mistério e muitos twists, é um prato cheio. Eu acho até superior à série Infinity, do mesmo autor. Dele eu to jogando AI: The Somnium Files, e to adorando.

      Eu odieeeei Subahibi, terminei umas duas rotas e larguei. Muito exagerado por nada, muito forçado, talvez melhore mais pra frente, mas não sou obrigado kkk

      E maaaana, Higurashi e Umineko são deus na terra! Higurashi começa mais lentinho porque é muito slice of life no começo, mas aos poucos vai se tornando bem macabro. A partir do capítulo 4 eu acho que o mistério aparece mais cedo, mas no geral é uma leitura relativamente rápida. Aproveita que o último capítulo vai sair mês que vem e bota a série em dia :P

      Já Umineko rs É minha VN favorita da vida, nunca vou gostar de nada como eu gosto de Umineko. Li pela priimeira vez em 2013,  de novo ano retrasado, e fiz minha Monografia sobre o jogo! Dá pra ver que minha vida gira em torno dessa obra prima kk Eu não tenho palavras pra descrever, sinceramente, então só recomendo e torço pra que vc consiga aproveitar mesmo que metade do quanto eu aproveito.

      O twist de Euphoria é muito bom, eu fiquei bastante surpreso. Pra um jogo tão focado no grotesco, eles investiram em uma história muito boa. Mas não é pra todos, realmente.

      Fata Morgana é outro hino! É toda uma atmosfera, um sentimento, é uma experiência. E, por mais incrível que pareça, é uma obra japonesa com personagens LGBTQ que não estereotipa nem sexualiza as personagens. Eu tinha até começado uma tradução, mas a vida veio com tudo e não consegui continuar :/

      Dos jogos que vc recomendou, achei interessante o do Top e The Cat Lady, mas Planescape é de outro gênero que não consigo gostar kkk esses rpg top down, não rola pra mim.

      Nunca joguei Gakuen Heaven 2 não, e não entendi, o 1 não conta? Vi vc, acho, recomendar naquela thread e não entendi por que só recomendar o 2. Acho que Yaoi só devo ter lido os que falei ali em cima, Dramatical Murder e No, Thank You!!! - que, como falei na thread, não é slice of life kkk é mistério/crime

      Eu não consigo ter fetiche por personagem desenhado... eu aproveito as histórias pelo que elas são, e uma arte bem feita é sempre boa aos olhos, mas eu fico pasmo quando vejo nas discussões pessoal falar que se masturba jogando eroges ou coisas do tipo. Além do mais, é tão difícil achar um jogo em que o sexo não seja apenas pra isso, uma pornografia em desenho.

      No hablo español kkk

      E sobre gênero, well, eu nunca tive questionamentos sobre o meu, só sobre sexualidade, então não sei o que dizer quanto a isso. Mas existe aquela máxima né, gêneros são fluidos.

  14. Ah, I see. I haven't played it yet. Thanks for the heads up! I wish there were more slice of life BL games. If I could read Japanese I would buy Kintouka. BTW, if you enjoyed Camp Buddy there is Bacchikoi (not sure if you can get it anymore), and Sleepover from the same developers. Off-topic: You're from Brazil? Me too. ^^
  15. I'm not sure if this will count as spam or not since I was the only one to post on this thread. The game requires Windows 7 SP1. I have it but for some reason I was getting this error. I managed to solve the issue. You have to: 1. Either install Windows6.1-KB2670838 from the official Microsoft website or: 2. Open Registry Editor (regedit) and go to HKEY_USERS\(random numbers)\Software\Mangagamer\The Most Forbidden Love In The World Change the string on "Disable Dialog" to 1.
×
×
  • Create New...